Aprendendo a Degustar

Só de falar a palavra “degustação”, muitas pessoas já ficam inseguras ou até mesmo com medo de não saberem ao certo o que fazer ou dizer. Mas o Vino Emporium vai lhe mostrar que é tudo muito simples e vamos detalhar parte a parte o processo de degustação para que você fique confiante e, quem sabe, passe a praticar.

Eu costumo dizer que quem aprende a degustar, nunca mais bebe vinho, e sim começa a verdadeiramente apreciar a bebida. E digo mais, diferente do que muitos falam, eu gosto de afirmar que durante uma degustação você utilizar todos os 5 sentidos: audição, visão, tato, olfato e paladar.

Mas antes de mais nada é fundamental falarmos: não existe qualquer obrigação de você conseguir sentir este ou aquele aroma ou saber se o vinho é mais ou menos encorpado. Tudo isso vem com o tempo, com a experiência. Até já abordamos estes assuntos em outros posts e você pode conhecê-los aqui: “O melhor vinho do mundo é aquele que agrada seu paladar” , “7 Coisas que você precisa saber sobre os aromas do vinho”, “Merecidamente um vinho de verdade!”, “Degustação surreal...” e “Os vinhos e seus maravilhosos aromas”.

A regra de ouro durante a degustação é: não invente! A simplicidade e honestidade sempre são o melhor caminho e não precisa ter receio ou vergonha. Pelo contrário, pode evitar que você se torne o famoso “enochato” da turma – embora eu não goste deste termo, mas é a forma mais objetiva para que você entenda o que eu estou querendo lhe passar.

Vamos ao ritual da degustação básica?

  A Audição
1)    O primeiro sentido que utilizaremos é a audição. Como é maravilhoso escutar o vinho sendo colocado, vertido na taça. É um som inconfundível e que já traz consigo a curiosidade de saber o que o vinho lhe apresentará, a ansiedade de verificar se o vinho é bom ou não, o sonho de tudo o que você espera encontrar naquele vinho. É fascinante!

Audição

  A Visão
2)    O próximo passo fica por conta da visão. Normalmente é servido apenas de ¼ a 1/3 de vinho na taça para que você possa – entre outras coisas – ter uma visão melhor da coloração do vinho. Para isso podemos fazer de duas formas simples: levantando a taça em direção a uma luz no teto para que possamos ver todas as tonalidades do vinho ou então deitando levemente a taça sobre um pano branco ou uma folha de papel branca. Assim é possível ver se ele é de tom rubi ou vermelho vivo, se apresenta algum tom violeta ou laranja e por aí vai. São muitas as opções.

Visão

  O Tato
3)    O terceiro sentido que vamos utilizar é o tato. Vamos segurar a taça pela haste e vamos girar o vinho com cadência. Isto é muito legal para que possamos oxigenar o líquido e assim lhe dar a oportunidade de nos mostrar todo seu potencial no próximo sentido, o olfato.

Tato

  O Olfato
4)    Então vamos, literalmente, colocar o nariz dentro da taça (como a maioria das pessoas fazem) ou, se você for mais tímido, pode trazer a taça o mais próximo possível do nariz. Inspire lentamente os aromas do vinho. Lentamente, pois caso contrário você só sentirá o álcool. Faça isso quantas vezes julgar necessário: vire o vinho dentro da taça e depois inspire lentamente os aromas.


Olfato

  O Paladar
5)    O próximo sentido é o paladar e ele poderá ser dividido em duas etapas: gosto e retrogosto. No primeiro, você pode dar um bom gole do vinho e deixá-lo por alguns segundos percorrendo toda a sua língua para que possa ter uma exatidão maior. Aqui você poderá sentir os sabores que a bebida lhe apresentará. 


Paladar

A segunda etapa é após engolir o vinho, ainda com a boa fechada, levemente vá soltando o ar até então preso. Este é o retrogosto, ou seja, é o aroma que retorna após ingerido o vinho.

Basicamente, este é o tão temido ritual da degustação, e que agora você já pode começar a praticar sem medo algum! É muito simples, divertido e você não tem com o que se preocupar.

Bora começar a degustar???

Agora você já está pronto(a) para começar a criar suas Fichas Funny. Aproveite!

Saúde e até a próxima!

Fonte: Vino Emporium
Por Cristiano Janjacomo. Foto 1: Vino Emporium. Foto 2 a 6: Divulgação.


Comentários