Você tem receio ou medo de pedir vinho no restaurante?

Então vamos lhe explicar tudo de forma bem simples

Quem nunca teve receio de pedir um vinho no restaurante para acompanhar este ou aquele prato? E se o sommelier lhe entregar a rolha do vinho, o que fazer com ela?

Calma... O Vino está aqui para simplificar tudo pra você. Vamos falar um pouquinho sobre este assunto para que você possa não apenas aprender o ritual, como também entendê-lo. É tudo muito simples!

  A Carta de Vinhos 
Ao se sentar à mesa, normalmente o sommelier (pronuncia-se "someliê"), o maître (palavra de origem francesa que significa Mestre, e pronuncia-se "metre", com o E tônico aberto) ou até mesmo o garçom lhe apresentará o menu do restaurante e junto a carta de vinhos que a casa possui (embora em alguns restaurantes estes dois podem ser apresentados em um único menu).

Ao abrir a carta de vinhos você terá rótulos de todas as partes do mundo e faixas de preços. Chega a bater um desespero, não é mesmo? Qual pedir? Qual combinará melhor com o prato que eu escolhi? Calma... Vamos por parte, ok!?

  O pessoal do restaurante está ali para lhe orientar. Se tiver qualquer dúvida, pergunte. Esta é uma regra de ouro e não precisa ter vergonha. Principalmente se a casa tiver um sommelier, pois ele é especializado em fazer essas combinações, principalmente por conhecer os vinhos que a casa tem e os pratos que são servidos. Ele pode lhe ajudar a escolher o melhor rótulo de acordo com seu pedido, gosto e bolso (que convenhamos, hoje em dia este último item é primordial).

  O Vinho 
Ótimo, escolhemos o vinho! Agora a pessoa que está lhe atendendo trará a garrafa e lhe apresentará a mesma antes de abri-la. Por quê?

Ele faz isso para que você possa observar a garrafa, e nesta hora uma breve visualizada já é o bastante. Veja se o nome do vinho e a safra conferem com o que você escolheu. Aproveite para observar o estado em que ela se apresenta. Aqui você pode até identificar se foi guardada com cuidado ou não. Estando tudo ok, pode autorizar que o atendente lhe sirva o vinho.

  A Rolha 
Então ele irá retirar a rolha, sempre próximo a sua mesa para que você possa acompanhar todo o processo, e na sequência lhe entregará a mesma, ou então a colocará próxima a você. Se ele lhe entregar a rolha, o que fazer? Para que isso???

Você pode apenas desconsiderar (não é obrigatório o exame da rolha), mas nós sempre aconselhamos para que a rolha seja examinada por você. Obviamente, você não vai ficar uma hora olhando pra rolha ou pegar uma lupa para observá-la melhor... Claro que não, afinal você acompanha sempre o Vino Emporium e já conhece os fundamentos, pois estamos aqui justamente para descomplicar tudo para você.

  Um breve exame da rolha é o bastante. Você pode até cheirá-la, e vamos explicar tudo com calma pra você:

1)    Se o vinho foi guardado na posição correta. Para tintos, por exemplo, a rolha deve estar com o fundo tingido pelo vinho. E para todos os tipos, deve estar com o fundo úmido.

2)    Se a rolha estiver quebradiça (com exceção para vinhos de guarda – 20, 30, 40 anos e por aí vai), também pode indicar que o vinho foi guardado em pé.

3)    Verificar se existe a presença de bolor ou se ela estiver verde, pode indicar que o vinho está com algum problema.

  Servindo o Vinho na Taça 
Se estiver tudo ok ou se preferiu não examinar a rolha, maravilha! Então a pessoa que está lhe atendendo servirá uma pequena quantidade de vinho em sua taça. E agora, meu Deus!?

O procedimento é simples. Não vá ficar girando o vinho e tentando identificar aromas ou sabores. Não. Aqui o processo é rápido, até mesmo para liberar o atendente.

Simplesmente prove o vinho e veja se está tudo ok (se não está apresentando algum problema, como oxidação por exemplo). Se você identificou algum problema, relate ao atendente para que ele possa provar um gole minúsculo a fim de examinar o vinho também, e apresentando mesmo problema, a garrafa é trocada sem maiores complicações.

E se estiver tudo ok com o vinho? É só autorizar o serviço. Um simples “pode servir” é o bastante.

O vinho será servido primeiramente para as mulheres e depois, para os homens. O serviço normalmente é de 1/3 da taça para que haja espaço suficiente para aqueles que gostam de dar sequência ao ritual de degustação (girar o vinho com cadência e tudo mais, mas isto vale um post exclusivo com o passo a passo).

Depois é só aproveitar o momento e ser feliz!

  Simples e sem mistérios, este é um resumo básico e rápido sobre o serviço de vinhos em um restaurante.


Fonte: Vino Emporium
Por Cristiano Janjacomo. Foto: Vino Emporium


Comentários