O japonês que comprou um cacho de uvas superdoces por R$ 37 mil

Takamaru Konishi mostrou que não há nenhuma uva ácida e prometeu compartilhá-las com seus clientes mais fiéis

  O dono de um supermercado do Japão apareceu sorrindo com um cacho de 30 uvas em mãos – cada uma delas valendo mais de R$ 1 mil.

O cacho faz parte da primeira safra de uvas do tipo rubi romana uma variedade superdoce cultivada na cidade de Ishikawa, localizada no litoral da região central do país.

"Nós vamos deixá-las expostas na frente da nossa loja e depois dá-las para os nossos clientes mais fiéis provarem", disse Takamaru Konishi.

"Eu estou muito feliz, me sinto honrado", continuou o comprador. "As rubi romanas são verdadeiras pedras preciosas", concluiu.

  Os japoneses frequentemente se dispõem a pagar milhares de dólares por amostras de frutas "premium".

Na maior parte das vezes, a intenção é dar as frutas como presente para pessoas de status elevado, como seus chefes no trabalho.

Uma única maçã, por exemplo, pode custar até R$ 10 e melões chegam a ser vendidos a preços equivalentes ao de um bom vinho.

No último ano, um par de melões foi arrematado num leilão por mais de R$ 40 mil.

Fonte: UOL (http://vinho.one/y2irM)
Foto: AP/Divulgação


Comentários