Sem essa de apresentar erros para quem começa a gostar de vinhos

O que mais vemos hoje em sites e blogs sobre vinhos são matérias que falam sobre os erros de quem começa a beber vinho. Títulos como: “10 Piores erros...”, “Os 7 Erros Mais Comuns...”, “Gafes do Vinho...” e por aí vai. Já li até um texto que ensina como a pessoa enganar aos que conhecem um pouco mais sobre o vinho, decorando táticas e mentiras. Pare!!!

Na minha opinião, só de conter as palavras “erro” ou “gafe” já aumenta ainda mais o medo de quem deseja iniciar com a bebida. A ideia que se tem é que para beber vinho você precisa ser especialista ou, então, ter lido muito sobre como se portar antes de começar.

Se a intenção é ajudar ao iniciante, então ensine e mostre o porquê daquilo, mas sem taxar como erro. Eu vejo o “erro” como algo que você conhece como é, mas faz ao contrário. Se a pessoa não tem conhecimento de como é, isso não é erro.

Que ótimo seria se ao invés dos títulos acima, nós encontrássemos textos focados na simplificação dos “rituais” que foram engessados pelo tempo ou, então, que encorajassem as pessoas a aprenderem mais sobre o vinho.

Se você está procurando como começar a beber vinho e chegou até este post, a minha dica é: seja feliz e aprecie a bebida da sua forma. Se você quiser se aprofundar no assunto, não terá dificuldades de encontrar bons conteúdos em livros, na Internet ou então conversando com um amigo que já toma vinho a mais tempo que você. Mas, por favor, não caia na neura do que é ou não certo para quem começa a beber vinhos.

Eu sempre vou bater na tecla de que o vinho é simples, e quem o complica somos nós mesmos.


 

Cristiano Janjacomo
Vino Emporium


Comentários