5 dicas para servir espumantes em festas

Espumante, vinho branco ou vinho tinto? Na minha opinião (e na de um monte de especialistas renomados!), se você está no Brasil, serve espumante brasileiro.

  Espumante brasileiro é muito bom e só não supera os franceses acima de 500 euros. Daí pra baixo, aposto em qualquer grande rótulo brasileiro.

Veja cinco dicas para servir espumantes em festas, casamentos, noivados, aniversários:

1. É sofisticado, mais barato que vinhos branco e tinto e combinam com todo tipo de cardápio, da entrada à sobremesa;

2. Dê preferência para os do tipo brut (seco) ou brut rosé (mais densos por ter vinho tinto na composição);

3. Para coquetel, o ideal é usar taças de 75 ml para espumante e 100 ml para vinho. Porque, teoricamente, ninguém bebe demais nessas ocasiões e, se beber, não estará tomando muito porque as taças são de menor capacidade. Geralmente, usando esses recipientes menores, uma garrafa de espumante vai servir 9 pessoas (uma taça por garrafa é perda!);

4. O gasto com espumante para uma festa com 300 convidados, nessa sugestão, não vai ultrapassar R$ 4 mil (preço médio de R$ 25 por garrafa). E o cálculo tem de ser bem feito, para não faltar nem causar grandes sobras;

5. Nossos espumantes são considerados os segundos melhores do mundo, só perdendo para os Champagnes. E temos o melhor custo-benefício, qualidade-preço do planeta. Então, se você está no Brasil, deve beber espumante brasileiro, porque é daqui, é melhor, mais barato e combina com tudo!

Fonte: Finíssimo Brasília (http://vinhos.me/LUWSN)

  Aproveite para confirir as fichas técnicas dos mais diferentes tipos de vinhos em nosso banco de dados, inclusive espumantes e champanhes!


Comentários