Commodities agrícolas iniciam ano com recuo de preço; soja perde 29%

Uma das principais quedas de preço vem da líder do setor agrícola: a soja.

Cotada, em média, a US$ 411 por tonelada no mês passado, a soja perde 29% nos preços ante os valores de igual período de 2014. As exportações deste período do ano, no entanto, ainda são pequenas porque a safra está apenas começando.

As estimativas iniciais indicam que as receitas externas com soja poderão recuar até US$ 8 bilhões neste ano, em relação às obtidas em 2014.

Outro produto de peso na balança comercial brasileira, as carnes perderam preço e volume exportado. O país vendeu 74 mil toneladas de carne bovina "in natura", com queda de 26% em relação a janeiro de 2014.

Já a exportação de frango, o líder entre as proteínas, perde 4% no volume e 5% nos preços médios no período.

O café continua sendo o diferencial da balança comercial. O Brasil vendeu a saca do produto, em média, por US$ 201 no mercado externo no primeiro mês deste ano, 51% mais do que em janeiro de 2014.

Aproveitando os preços melhores, os exportadores elevaram o volume vendido, que atingiu 2,73 milhões de sacas no mês passado.

Outro produto que surpreendeu foi o milho, com aumento no volume das vendas. Foram 3,2 milhões de toneladas em janeiro. O preço, no entanto caiu 5% ante 2014.

Fora das commodities agrícolas, o minério de ferro tem a liderança nas perdas de preço e de receitas. O valor médio da tonelada recuou 49% no mês passado, para US$ 51.

  Vinho

As vendas internas de vinho recuaram 4% em 2014, quando se trata de produtos do Rio Grande do Sul. Já as de espumantes cresceram 5,5%, segundo o Ibravin (Instituto Brasileiro do Vinho).

  Exportações

A venda externa das empresas ligadas ao Wines of Brasil somou US$ 8,5 milhões em 2014. Incluindo as empresas fora desse programa, as exportações atingiram US$ 9,5 milhões, segundo a Secex (Secretaria de Comércio Exterior).

  Líder

Entre as exportadoras, a liderança ficou com a Vinícola Aurora, que atingiu receitas de US$ 2,8 milhões. Em 2013, a exportação da vinícola havia sido de US$ 934 mil, informou a empresa.


Fonte: Olhar Direto (http://www.olhardireto.com.br/agro/noticias/exibir.asp?noticia=Commodities_agricolas_iniciam_ano_com_recuo_de_preco_soja_perde_29&edt=0&id=18192)
Foto: Divulgação


Comentários