Quentão, vinho quente e fogos de artifício são campeões de tributos da Festa Junina

Só o pinhão tem menos de 30% de encargos embutidos em seu preço, mostra levantamento do IBPT

O Fisco fica com mais da metade do preço de alguns produtos típicos da festa junina. É o caso dos fogos de artifício e do quentão (61,56% do valor total são tributos) e do vinho quente (54,73%), segundo levantamento do IBPT (Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário).

Nos quitutes, a tributação supera o 1/3 do preço total. Os preços da cocada, da paçoca, do pé de moleque e do amendoim embutem 36,54% de tributos. Na canjica, o percentual é de 35,38%. Na pipoca, 34,99% e no pinhão, 24,07%.

As roupas típicas também são fonte de arrecadação. Os encargos chegam a quase 35% nas camisas xadrezas e nos vestidos. Nos chapéus de palha, valem quase 34%. Nas botas de caubói, mais de 36%.

Veja abaixo a lista completa:


Fonte: Época Negócios (http://vinhos.me/vRk2i)
Foto: Divulgação


Comentários