Vendas de vinho do Porto no Brasil caem para metade

  Entre os maiores mercados mundiais do vinho do Porto, o Brasil foi o destino que teve a queda mais acentuada. No final de março o mercado brasileiro já tinha caído para a 13ª posição na lista dos maiores consumidores de vinho do Porto

Lisboa - As exportações portuguesas de vinho do Porto para o Brasil sofreram no primeiro trimestre deste ano uma forte queda, recuando 51,5% em comparação com o mesmo período do ano passado, segundo o IVDP - Instituto dos Vinhos do Douro e Porto.

De janeiro a março os vinhos do Porto faturaram apenas 461 mil euros no Brasil, menos de metade do valor de vendas do primeiro trimestre de 2015. A queda deixou o Brasil na 13ª posição entre os maiores mercados mundiais de vinho do Porto.

O Brasil, que já chegou a estar entre os dez maiores compradores do mundo de vinho do Porto, representa em 2016 apenas 0,7% das vendas mundiais deste produto vinícola.

Os dados do IVDP mostram que no total as vendas globais de vinho do Porto de janeiro a março ascenderam a 68,1 milhões de euros, mais 1,1% do que em igual período do ano passado.

  Apesar de uma queda de 2,7% da procura, França continuou a ser o maior mercado para os produtores de vinho do Porto. Em segundo lugar, e com um crescimento de quase 22%, surge Portugal. O terceiro maior mercado é a Holanda, que no primeiro trimestre teve um crescimento das vendas de vinho do Porto de 8,7%.

Bélgica, Estados Unidos, Reino Unido, Alemanha, Canadá, Dinamarca e Suíça completam o lote dos dez maiores mercados mundiais do vinho do Porto. Também à frente do Brasil no consumo de vinho do Porto estão Espanha e Itália, segundo o IVDP.

Entre os 25 maiores mercados de venda de vinho do Porto o Brasil foi o que registrou a maior queda durante o primeiro trimestre. A maior subida, de 92%, foi registrada pelo México, apesar deste país ser apenas o 24º destino do tradicional produto luso.

Fonte: Portugal Digital (http://vinhos.me/oq6K8)
Por Jorge Horta. Foto: Divulgação
OBS.: Este texto passou por revisão para o Português Brasileiro pela Redação do Vino Emporium.

  Vino Emporium: Esta matéria reflete exatamente a crise econômica que o Brasil atravessa, infelizmente. Estranho seria se os dados publicados revelassem o contrário.
O cenário político de profunda instabilidade econômica mais a alta do euro fazem com que o produto luso chegue muito encarecido para nós
brasileiros.
Há produtos que são insubstituíveis, seja por sua tradição, seja por seu know-how
. E assim ocorre com o vinho do Porto, que é único.
O resultado final é que todos perdem com a crise: exportadores, importadores, lojistas e consumidores finais. É uma taça a menos para o mundo do vinho... Triste.


Comentários