Sakura L'Orient chega ao Brasil

Foi no Ryo Gastronomia, restaurante japonês localizado no Itaim em São Paulo o lançamento no Brasil do vinho japonês Sakura L‘Orient, feito com uvas Moscato Bailey e Koshu e flor comestível Sakura, símbolo do Japão. Uma bebida deliciosa e a garrafa tem um charme especial. Feito a partir de ingredientes exóticos, a bebida milenar inova em originalidade e sofisticação ao trazer duas flores imersas dentro da garrafa.

  Vino Emporium: Pela legislação brasileira, Sakura L'Orient foi classificado como coquetel, pois apresenta as flores da sakura em seu envase.
Quer saber mais? Acesse a Ficha Técnica em nosso banco de dados.

Uma garrafa, uma grande história. É com a proposta de oferecer aos paladares mais exigentes a experiência inesquecível de degustarem uma verdadeira obra-prima japonesa em estado líquido, que o vinho japonês Sakura L‘Orient chega ao mercado brasileiro importado pela Tradbras. Uma bebida que traz em todos os seus processos de concepção um simbolismo milenar.

“Este exemplar é considerado vinho no Japão, Estados Unidos e Europa. É único no Brasil por suas características exclusivas de extremo requinte e bom gosto”, explica Celso Ishiy, diretor da Tradbras.

  Produzido a partir da fermentação das uvas Moscato Bailey e Koshu, cultivadas na região de Yamanashi, no Japão, este rótulo traz um ingrediente exclusivo em sua composição, a flor comestível Sakura, também conhecida como Flor de Cerejeira.

A Sakura é a flor nacional do Japão, onde estão documentadas mais de 300 variedades. O início da floração marca o fim do inverno e a chegada da primavera. São aguardadas com ansiedade pelos japoneses, que organizam em todo o país diversas festividades em torno do “Hanami” (ato de contemplação das cerejeiras em flor que deixam a paisagem deslumbrante).

Uma lenda conta que a palavra Sakura surgiu com a princesa Konohana Sakuya Hime, que caiu do céu perto do Monte Fuji, tendo se transformado nessa bonita flor. Também existe uma crença que o cultivo de arroz poderá ter originado a palavra, tendo em conta que “Kura” era o depósito onde esse alimento (visto por muitos japoneses como uma oferta divina) era guardado.

Os samurais, os guerreiros japoneses, eram grandes apreciadores da flor de cerejeira. Desde aqueles tempos, passou a estar associada à efemeridade da existência humana e ao lema dos samurais: viver o presente sem medo. Assim, a flor de cerejeira está também associada ao código do samurai, o Bushido.

A cerejeira fica por pouco tempo florida, por isso suas flores representam a fragilidade da vida, cuja maior lição é aproveitar intensamente cada momento, pois o tempo passa rápido e a vida é curta.

Além de toda a bela história que envolve a bebida, o vinho japonês Sakura L‘Orient apresenta toque frutado e doce com aroma leve e delicado, o que representa a beleza feminina e simboliza o amor, a felicidade, a renovação e a esperança. Dentro da garrafa estão imersas duas lindas flores comestíveis, dando um toque diferenciado e exclusivo. 

  O Sakura L‘Oriente, que é uma ótima opção para quem quer celebrar a vida, harmoniza com sobremesas, frutas secas (damasco, tâmara, uvas passas e abacaxi), sorvetes, creme de papaia e chocolate meio amargo.

O vinho possui 6% de graduação alcoólica e será comercializado em garrafa de 500 ml.

Fonte: Conceito de Luxo (http://vinho.one/G5jWi)
Por Luis Guilherme Zenga
OBS.: Título alterado pela Redação do Vino Emporium.


Comentários