Chocolate e vinho são bons para a dieta, diz cientista

Contar calorias? Nada disso! Para cientista inglês, o importante é cultivar bactérias boas no organismo

Esqueça tudo o que você já ouviu sobre dieta. De acordo com o professor Tim Spector, da Universidade King's College de Londres, o segredo do sucesso é bem diferente do que seguir um plano alimentar sempre igual. Calorias? Nada disso. Para atingir seus resultados, ele afirma que o mais importante é manter uma alimentação que seja positiva para as bactérias boas do intestino.

  Sim, isso existe. Todos nós temos milhões de micro-organismos em nosso corpo que auxiliam o funcionamento do intestino, a digestão, o apetite e até o acúmulo de gordura. Para Spector, conseguir manter essas bactérias em um bom nível exige uma dieta bem diversificada, ao contrário do que é visto nos cardápios alimentares para perda de peso, que geralmente são restritivos.

Para ele, é importante ter produtos lácteos, que podem reduzir o risco de doenças cardíacas, alimentos com probióticos, que possuem micróbios, e grãos e sementes, que agem quase como fertilizantes de bactérias boas. Queijo, iogurte e nozes são algumas opções boas.

Além disso, o vinho também é apontando por ele como um potencial aliado do emagrecimento e do coração. O cacau também é benéfico, rico em epicatequina e flavonoides. Em geral, o pesquisador revela que alimentos ricos em açúcar são os mais prejudiciais para as bactérias boas.

  Vino Emporium: Vale esclarecer que o vinho é uma bebida fermentada e rica em resveratrol, que previne doenças cardiovasculares e tem função anti-inflamatória.
Aproveite para c
onhecer a categoria Pesquisas em nosso Blog.

Fonte: Minha Vida (http://vinho.one/MTZz7)
Foto: Vino Emporium/Arquivo


Comentários