Atriz Vanessa Giácomo interpretando Aline durante cena de Amor à Vida
Atriz Vanessa Giácomo interpretando Aline durante cena de Amor à Vida

A Bueno Wines, do apresentador Galvão Bueno, fechou parceria com a Avianca Brasil; Latam e Gol também servem vinhos brasileiros

Avianca Brasil
O vinho brasileiro está, literalmente, nas alturas. Três companhias aéreas brasileiras servem rótulos nacionais durante as viagens. A novidade mais recente é a parceria que foi fechada essa semana entre a Bueno Wines, vinícola do apresentador Galvão Bueno, e a Avianca Brasil para servir a bordo o espumante Bueno Cuvée Prestige Brut D.O.

O vinho é o único rótulo brasileiro a ser servido pela companhia e está disponível somente na classe executiva na rota São Paulo – Miami, nos Estados Unidos, que foi inaugurada no dia 23 de junho. O espumante é produzido em Garibaldi, na região do Vale dos Vinhedos, no Rio Grande do Sul, pelo método tradicional, o mesmo usado na França para produzir o Champagne. Na loja virtual da empresa, o rótulo é vendido a R$ 95.

Galvão Bueno produz atualmente nove rótulos no Sul do Brasil e dois na Toscana, na Itália, sob a supervisão do enólogo italiano Roberto Cipresso.

Latam
Além da Avianca Brasil, a Latam também serve espumante brasileiro em seus voos internacionais. Em maio deste ano, a companhia colocou no cardápio o premiado espumante Cave Geisse Brut, produzido em Pinto Bandeira, na Serra Gaúcha. A título de curiosidade, a garrafa custa R$ 92,90 na loja da on-line da Cave Geisse.

O vinho é feito com um blend de Chardonnay e Pinot Noir elaborado pelo método tradicional. Em seguida passa no mínimo 24 meses em barricas. O rótulo está disponível nos voos até novembro.

O espumante Cave Geisse é servido na classe Premium Business dos voos internacionais da LATAM operados em aeronaves Boeing 787, 767, 777 e Airbus A350. Parte da carta de vinhos também está disponível na classe Premium Economy de voos internacionais operados em modelos da família Airbus A320 (A319, A320 e A321).

Gol
A Gol também aposta no vinho gaúcho em seus voos. A companhia serve o vinho tinto Origem Cabernet Sauvignon produzido pela Casa Valduga, vinícola localizada em Bento Gonçalves, no Vale dos Vinhedos. O rótulo é vendido durante o voo em taças (187 ml) e custa R$ 25.

Fonte: Gazeta do Povo (http://vinho.one/v8IXV)
Por Bom Gourmet. Foto: Felipe Monteiro/TV Globo
OBS.: O título original da notícia sofreu alteração pela Redação do Vino Emporium.


Comentários