Todos os Detalhes

Viña Concha y Toro
Viña Concha y Toro
Viña Concha y Toro
Viña Concha y Toro
Viña Concha y Toro
Viña Concha y Toro
Viña Concha y Toro
Viña Concha y Toro
  Viña Concha y Toro
  Sede da Vinícola
Valle del Maipo (Chile)
  FUNDAÇÃO
1883
  PROPRIETÁRIO
Empresa de capital aberto
  ENÓLOGO RESPONSÁVEL
Monsieur Labouchere
  NA INTERNET
Clique para visitar
  ÁREA PLANTADA

A busca constante por novos terroirs levou a vinícola a reunir 9.133 hectares de vinhedos plantados em 9 vales do Chile, que proporcionam à Concha y Toro uma rica diversidade de solos e variedades de vinhas, que demonstram o compromisso da empresa com a produção de vinhos de qualidade e inovação contínua, assim como o potencial do Chile em produzir vinhos de classe mundial.
Além disso, a empresa possui 1.154 hectares de vinhedos na Argentina e 463, nos Estados Unidos, totalizando 10.750 hectares.
O que torna o Grupo Concha y Toro a segunda maior companhia com vinhedos próprios do mundo, ficando atrás apenas da Treasury Wine Estates.

  EXPORTAÇÃO

Dados de 2012 - A companhia representa 35% do total das exportações globais de vinho chileno, com vendas consolidadas em US$ 928 milhões e 30,2 milhões de caixas comercializadas em 137 países.

  HISTÓRICO

1883 - Don Melchor Concha y Toro, destacado político e empresário chileno, funda a Viña Concha y Toro.

1921 - A companhia se constitue em Sociedade Anônima e amplia sua razão social para a produção vitivinícola geral.

1933 - Suas ações começam a ser transadas na Bolsa de Comércio de Santiago, e impulsionada por uma breve visião exportadora, a vinícola realiza a primeira exportação com destino à Holanda.

1957 - Sob a direção de Eduardo Guilisasti Tagle (1957 – 1998), a companhia inicia um proceso de modernização que lança a base para a expansão da empresa e seu posicionamento como produtora de vinhos de alta qualidade.

1963 - Concha y Toro inicia a elaboração de vinhos mais complexos ao lançar no mercado Casillero del Diablo.

1989 - Lançamento da primeira colheita de Don Melchor – no ano de 1987 –, é o primeiro vinho ultra premium da indústria chilena e o máximo exponente de Cabernet Sauvignon de Puente Alto.

1990 - Forte desenvolvimento no mercado externo e implementação de um programa de investimentos - ainda em vigor hoje -, que envolve a aquisição de vinhedos, o aumento da capacidade operacional e processos de decisão na elaboração de vinhos e armazenamento de ponta, com o objetivo de alcançar a mais alta qualidade em todos os tipos de vinho.

1994 - A companhia se converte na primeira vinha do mundo a transar suas ações na Bolsa de Nova York, o que lhe permite financiar um plano de investimentos que inclui um incremento em vinhedos próprios.

1996 - A companhia expande suas operações produtivas à Argentina, com a fundação de Trivento Bodegas y Viñedos, em Mendoza.

1997 - Concha y Toro firma uma joint venture com a vinha francesa Baron Philippe de Rothschild, resultando no fruto Viña Almaviva, com o fim de produzir um vinho primer, da ordem equivalente aos Grands Crus franceses.

2000 - Relançamento mundial de Casillero del Diablo, um sólido projeto enológico e comercial para promover a marca globalmente.

2005 - Lançamento de Carmín de Peumo, um ícone primer da Carménère do Chile.

2009 - A vinha estabelece escritórios de distribuição próprios no Brasil e nos países nórdicos, que se somam à filial Concha y Toro no Reino Unido e ao escritório na Ásia.

2010 - Concha y Toro se consolida como companhia global, ao selar uma aliança estratégica com o clube de futebol inglês Manchester United.

2011 - Aquisição da Fetzer Vineyards na Califórnia, um dos investimentos mais importantes que uma empresa chilena já havia realizado nos Estados Unidos. Para fortalecer a distribuição de seus vinhos neste país, a companhia estabelece Excelsior Wine Company através de uma joint venture com Banfi Vintners.
No México também cria a VCT&DG México, por meio de um acordo estratégico com Digrans S.A., com o objetivo de potencializar as marcas de Concha y Toro no mercado mexicano.

2012 - A fim de fortalecer a integração da distribuição na África do Sul e no Canadá, se estabelecem os escritórios VCT Africa & Middle East Ltd y Concha y Toro Canada Ltd, respectivamente.

2013 - Dados os grandes frutos conseguidos por seu escritório de distribuição em Cingapura, a vinha decide instalar uma nova filial comercial em Xangai, e assim continuar aprofundando sua relação com o mercado asiático.

CONHEÇA OS VINHOS
TEMOS CADASTRADOS
Venha conhecer os vinhos da Viña Concha y Toro com a gente!
Veja as Fichas